Preparação para as férias – O aquário

foto do aquário

Estes peixes não têm jeito nenhum para pousar para a câmara

Temos um aquário com 3 peixes: 2 peixinhos dourados e um betta.
Como iamos estar fora duas semanas e não havia ninguém disponível para alimentar os bixos todos os dias, virei-me para os automatismos.


Comprei um alimentador automático a pilhas, programável para 12h ou 24h horas.
Testei durante uma semana antes das férias, flawless!
Que descanso 🙂

Comprei também um temporizador analógico para ligar e desligar a luz. Não percebia nada de tais coisas analógicas, o manual não ajudou nada (era bem pior que uma tradução automática) mas encontrei a explicação no youtube.
Era tão simples que me envergonhei e continuo a envergonhar-me aqui online 🙂
Agora a parte geek!
Ficaria eu descansado só com isto? Claro que não!
Eu tinha que ver o que se passava.

Peguei no meu velhinho Asus 1215N que estava guardado numa gaveta e fiz dele a minha webcam. Escolhi pau-para-toda-à-obra-de-video ffmpeg, o seu streaming server, o ffserver e o codec webm para ver no chrome sem chatices.

No servidor, ffserver.conf
Port 8090
BindAddress 94.23.74.32
MaxHTTPConnections 2000
MaxClients 10
MaxBandwidth 10000
CustomLog ffserver.log

<Feed feed1.ffm>
File /var/tmp/feed1.ffm
FileMaxSize 12G
</Feed>

<Stream live.webm>
Feed feed1.ffm
Format webm
NoAudio
VideoCodec libvpx
VideoSize 640x480
VideoFrameRate 10
AVOptionVideo flags +global_header
AVOptionAudio flags +global_header
PreRoll 30
StartSendOnKey
VideoBitRate 400
</Stream>

<Stream stat.html>
Format status
# Only allow local people to get the status
ACL allow localhost
ACL allow 192.168.0.0 192.168.255.255
</Stream>
# Redirect index.html to the appropriate site
<Redirect index.html>
URL http://www.ffmpeg.org/
</Redirect>

Para iniciar:
ffserver -f ffserver.conf

Na source, o comando para enviar o stream:

ffmpeg -r 10 -s 640x480 -f video4linux2 -i /dev/video0 -threads 4 http://marcosantos.me:8090/feed1.ffm  > /dev/null 2>&1 &

E pronto, estava assim:

Tinha o alimentador automático programado para disparar às 8h26 e às 20h26 e aconteceu-me muitas vezes não conseguir ver em directo o bixos a comer.

Então configurei um cron ultra simples para gravar esse momento de suspense.

24 8,20 * * * /home/numian/Utils/fish/get-video.sh

Em que o get-video.sh é:

#!/bin/bash
wget --quiet -O /home/numian/Utils/fish/videos/fish_`date +"%d-%m-%y_%Hh%M"`.webm http://marcosantos.me:8090/live.webm & sleep 120; kill $!

Grava durante 2 minutos para uma dir identificando o ficheiro com data e hora.

E pronto, os peixes sobreviveram 🙂
Para a próxima tento magicar uma troca automática de água e limpeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *